História da Toastmasters International

A Toastmasters International é líder mundial na arte de comunicar (falar, ouvir e pensar) e na formação de líderes. A partir da Sede Mundial em Rancho Santa Margarita, Califórnia, E.U.A. a Toastmasters International serve mais de 345,000 membros em 142 países. Existem mais de 15,900 clubes Toastmasters no mundo.

A Toastmasters International é uma organização sem fins lucrativos, vocacionada para os seus membros, fundada por Dr. Ralph C. Smedley (1878-1965).

A missão de um clube Toastmasters é:
Criar um ambiente de aprendizagem positivo e de suporte mútuo, onde cada membro tenha a oportunidade de desenvolver as suas capacidades de comunicação e de liderança, que por sua vez permitem o aumento da auto-confiança e o crescimento pessoal.

O início

Após concluir os estudos na Illinois Wesleyan University em 1903, Ralph Smedley começou a trabalhar no Young Men's Christian Association (YMCA) - (Associação Cristã da Mocidade) em Bloomington, Illinois, como director pedagógico. Bem cedo, ele percebeu que muitos dos jovens que visitavam o YMCA tinham carências “na arte de falar em público e em presidir às reuniões” (palavras do próprio Smedley). Para ajudá-los, ele criou um clube no YMCA para praticar.

Ralph Smedley não sabia qual o nome a dar a este novo clube. Foi o Secretário-Geral do YMCA, George Sutton, que sugeriu chamar-lhe "The Toastmasters Club." No início do século XX, a palavra “toastmaster" era usada para designar a pessoa que propunha um brinde e apresenta os oradores num jantar de gala, e assegurava que o evento cumprisse com os horários agendados.

O formato adoptado nas reuniões assemelhava-se ao de um clube social. O ambiente agradável e social do clube tinha grande aceitação por parte dos rapazes jovens. Nas reuniões os membros rodavam tarefas, discursavam e apresentavam os outros oradores. Os discursos eram avaliados por Smedley e os jovens mais velhos. Os outros rapazes eram convidados a participar no processo de avaliação. Desta maneira todos aprendiam e melhoravam as suas capacidades de falar em público.

Depois de Smedley ser transferido para um YMCA em outra parte do Illinois em 1910, para ocupar o cargo de Secretário-Geral, este clube originário durou apenas mais um ano. Em Freeport, a sua nova base, Smedley iniciou um novo clube, o qual até atraiu a adesão de empresários e outros profissionais que valorizavam os benefícios das técnicas de comunicação lá aprendidas. Porém, estas pessoas mais velhas não foram capazes de salvar o clube da extinção após Smedley mudar-se para outro YMCA em Rock Island, Illinois. Pela terceira vez, Smedley começou um clube que depressa atingiu os 75 membros. Da mesma forma, o clube não durou muito tempo após Smedley partir. Em Setembro de 1919, Smedley tornou-se Secretário do YMCA em San Jose, Califórnia. Logo após a sua chegada, ele fundou outro clube, a quarta vez que o fazia. Este clube, também, não resistiu à partida de Smedley para Santa Ana, Califórnia, em 1922.

Como no passado, Smedley voltou a organizar um novo clube. Este realizou a sua primeira reunião na cave do YMCA em Santa Ana, Califórnia, a 22 de Outubro de 1924. No passado, os clubes tinham operado como um braço educacional do YMCA mas esta seria a primeira vez que um clube adoptava na integra o conceito dos clubes Toastmasters. Este clube ainda existe, tendo nos tempos mais recentes alterado o seu nome para Smedley Chapter One Club (smedleychapterone.toastmastersclubs.org) em honra do seu fundador. Em cada reunião, uma fotografia de Smedley e o alvará do clube são colocados numa cadeira vazia perto da tribuna do orador para representar a sua contínua orientação e inspiração.                                                           

Os primeiros anos

Desta vez, o clube fundado no YMCA em Santa Ana estava para durar. Visitantes ao clube começaram a pedir autorização para iniciarem os seus próprios clubes. O ano de 1926 começou lindamente com o segundo clube a ser oficialmente fundado no dia de Ano Novo. Este clube, conhecido como Anaheim Club 2, ainda existe (www.speakanaheim.net)

A criação de outros clubes tornou-se uma realidade com o espalhar do conceito clubes Toastmasters para outras cidades na Califórnia. Estes clubes organizaram-se numa associação a fim de coordenarem as acções e partilharem um programa comum - os direitos de autor dos primeiros manuais para os clubes Toastmasters foram protegidos por Smedley em Outubro de 1928. Os manuais tinham com título "Manual of Instructions” (Manual de Instruções) e "Ten Lessons in Public Speaking” (Dez aulas sobre como discursar em público).

A associação adoptou o nome de Toastmasters International em Outubro de 1930 quando um clube de oradores em New Westminster, British Columbia, Canadá, manifestou interesse em aderir. Dois anos mais tarde, em Dezembro de 1932, a Toastmasters International foi incorporada no estado da Califórnia como uma organização sem fins lucrativos.

Crescimento à volta do mundo

O primeiro clube oficial fora da Califórnia foi constituído a 25 de Março de 1933. Foi o décimo a ser oficializado pela Toastmasters International e ainda existe hoje como Seattle International 10 Club (www.si10freetoasthost.biz).

No mês seguinte, a primeira revista Toastmaster foi publicada. Em Julho de 1935, a Toastmasters International começou a organizar-se numa estrutura distrital quando o Distrito 1 do Sul da Califórnia foi criado. Mais tarde, naquele mesmo ano, o primeiro clube Toastmasters fora dos Estados Unidos da América foi oficializado em Victoria, British Columbia, Canadá. Apropriadamente denominado First Canadian Toastmasters Club foi oficializado como clube N º 38, a 24 de Outubro, onze anos depois da primeira reunião Toastmasters na cave de um YMCA. O clube continua a existir nos tempos modernos.

No dia 1 de Fevereiro de 1938, a Toastmasters International atingiu os 100 clubes quando o Century Toastmasters Club, em Westminster, Califórnia foi oficializado. Este clube, também, continua a existir nos tempos de hoje.

O conceito Toastmaster espalhou-se por todo o mundo e em 1941 Smedley demitiu-se do YMCA para se dedicar a tempo inteiro à causa. Ele operava a organização a partir de um pequeno escritório alugado com a ajuda de uma secretária. Enquanto a secretária assegurava os serviços administrativos, Smedley escrevia os materiais para uso pelos clubes Toastmasters. Dois novos manuais, "Basic Training" e "Beyond Basic Training", foram escritos. Após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Toastmasters International mudou-se para um escritório de quatro salas e Smedley foi substituído por Ted Blanding como Secretário-Executivo. Smedley permaneceria activo como Administrador responsável pelo programa educativo do Toastmasters até pouco tempo antes da sua morte em Setembro de 1965. Em 1956 foi nomeado Presidente Honorário da Toastmasters International e membro permanente do International Board of Directors.

A Toastmasters International continuou a crescer e em 1962 contava já mais de 80,000 membros em cerca de 3,500 clubes em todo o mundo. Nesse ano, inaugurou a sua recém-construída Sede Mundial (com 8,100 metros quadrados) em Santa Ana, Califórnia, não muito longe do local onde o primeiro clube começou. Smedley esteve presente e participou nas cerimónias de bênção.

Em Agosto de 1973, a adesão aos clubes Toastmasters foi finalmente aberta às mulheres, as quais começavam a desempenhar funções cada vez mais importantes nas empresas, e assim, tinham necessidade de melhorar as suas capacidades de comunicação. Como resultado directo desta decisão o número de membros cresceu, e hoje 52% dos membros em todo o mundo são mulheres. Em 1985, mais 1,500 metros quadrados de espaço de armazenamento foram adicionados ao renovado edifício da Sede Mundial. No entanto, apenas quatro anos mais tarde, as necessidades da Toastmasters International tinham superado este espaço.

A Sede Mundial mudou-se para novas instalações mais amplas em Rancho Santa Margarita, Califórnia, em Junho de 1990. Hoje, serve quase 260,000 membros em aproximadamente 12,500 clubes Toastmasters em 113 países. A distribuição dos membros pelo mundo fora é a seguinte (em percentagens aproximadas):

  • 60% nos E.U.A;
  • 15,5% na Ásia;
  • 12% no Canadá;
  • 6,5% na Austrália (incluindo a Oceânia);
  • 4,5% na Europa;
  • 1,25% em África; e
  • Menos de 1% na América Latina.



Para um clube novo ser oficializado pela Toastmasters International, este deve ser composto por vinte membros fundadores com quotas actualizadas. Filiação nos clubes varia durante o ano com membros a partirem e outros a associarem-se. Grupos de entre quatro a sete clubes vizinhos formam uma Área. Divisões são compostas por um grupo de áreas, e um grupo de Divisões por sua vez, constituem um Distrito. Actualmente existem oitenta e um (81) distritos em todo o mundo. Os E.U.A. e Canadá por si só englobam sessenta e quatro (64) destes distritos que estão ainda agrupados em oito regiões. Há planos para incorporar os restantes dezassete distritos no mundo em regiões a partir de 1 de Julho de 2010.

 

Sede Mundial da Toastmasters International em
Rancho Santa Margarita, California

 

 

 

Toastmasters na Europa

A larga maioria dos primeiros clubes foram criados por militares americanos que queriam continuar com esta tradição nas zonas próximas das suas bases. Um bom exemplo é Ramstein Toastmsters, na Alemanha, que foi constituído oficialmente a 1 de Junho de 1957, e continua a reunir-se às terças-feiras à hora do almoço na Base Aérea de Ramstein (http://ramstein.freetoasthost.net). Um ilustre membro deste clube é o Dr. Timothy Keck, cuja biografia está resumida no site do clube da seguinte forma:

"Dr. Tim Keck juntou-se aos Toastmasters com 35 anos de idade. Quando era um Fulbright fellow na Universidade de Marburg, na Alemanha, ele era frequentemente ‘provocado’ pelos seus alunos. Estes apostavam em quantos ah(s) ele dizia, e em quantos passos dava ao atravessar a sala durante a aula. Decidido em melhorar as suas capacidades de falar em público o Dr. Keck ingressou num clube local de Toastmasters, em Ramstein. Ele tornou-se numa pessoa diferente depois de ingressar no clube, para mais tarde, ser o primeiro DTM na Europa. Também, foi o Presidente Internacional em 1999-2000. Dr. Keck aconselhava os alunos a participarem nos clubes Toastmasters quando ainda na faculdade. Eles beneficiariam muito com os programas de educação e liderança da Toastmasters International, e tornar-se-iam melhores comunicadores no mundo empresarial após concluída a faculdade. Boas capacidades de comunicação são demasiado importantes e necessárias para a construção de um mundo melhor. Comunicadores eficazes não só beneficiam a sociedade, mas também eles mesmos. " (tradução do inglês).

Toastmasters na Europa está presentemente organizado em dois distritos:
• District 71 cobre o Reino Unido e a Irlanda (www.d71.org). Neste momento, existem 228 clubes distribuídos por oito divisões compostas por 48 áreas. Os clubes mais longínquos são o Aylesbury Club (constituído oficialmente a 1 de Agosto de 1956) na Inglaterra, e o Dublin Club 2601 (constituído oficialmente a 1 de Abril de 1959) na Irlanda.
• District 59 cobre a Europa continental (www.district59.org). Actualmente, integra as actividades Toastmasters em dezoito países, desde Portugal, a oeste, à Polónia, a leste, incluindo os países escandinavos, no norte. Neste momento, existem 152 clubes distribuídos por dez divisões compostas por 38 áreas. O clube mais antigo na Europa continental é o Bossuet Gaveliers Club (constituído oficialmente a 1 de Junho de 1956) no Luxemburgo (www.bossuetgaveliers.org). Para os interessados numa leitura mais detalhada sobre a história dos Toastmasters na Europa continental, recomendamos um artigo da colega toastmaster, Irina Troshina, escrito como base do seu High Performance Leadership Project (Projecto de Alto Desempenho em Liderança) em www.district59.org.

Aqui, apresentamos alguns dos momentos mais marcantes mencionados no artigo:
• Os primeiros clubes Toastmasters surgiram na Europa em meados da década de 50, principalmente através das mãos dos militares americanos.
• Em geral, os europeus não aceitaram de mãos abertas este “Americanismo” uma vez que as soft skills, como levantar-se e falar em público, não eram incentivadas ao abrigo do sistema de ensino conservador europeu, como era o caso nos E.U.A.. Inicialmente os discursos eram apresentados principalmente por membros americanos, enquanto os seus homólogos europeus compareciam mais pelo convívio.
• Durante anos os diferentes clubes Toastmasters pela Europa fora tiveram pouco ou nenhum contacto uns com os outros.
• De 1975 em diante, alguns clubes começaram a reunir uma vez por ano para um concurso de discursos a nível europeu, seguido de um jantar de gala.
• Bernie Pease, um toastmaster entusiasta americano a residir na Europa, decidiu convidar outros toastmasters empenhados para uma reunião em Kaiserslautern, na Alemanha, em meados de Novembro de 1979. "O Bernie tinha um objectivo: criar uma estrutura na Europa continental, o CCET, que espelhasse um distrito Toastmasters. Ele também tinha uma visão: que este, em última análise, viesse a tornar-se num distrito pleno.” (tradução do inglês; Tirado de “A Toast to 20 years” (Um brinde aos 20 anos) por Henry Blount, na edição de Janeiro de 2000 da The Clarion, a newsletter oficial do Distrito 59).

Desse encontro resultou a criação do Continental Council of European Toastmasters (CCET).
• O CCET começou a organizar concursos de discursos e conferências duas vezes por ano.
• Em 1995, Bill Hamilton, na época o Presidente do CCET, escreveu uma carta ao recém-eleito Presidente da Toastmasters International solicitando admissão como um distrito. O Reino Unido e a Irlanda já estavam organizados no Distrito 71.

Este pedido foi rejeitado porque a Europa continental não cumpria com os requisitos mínimos. Mais tarde, naquele mesmo ano, na reunião anual da International Convention of Toastmasters International, Bill Hamilton, juntamente com Chris Magyar (CCET Vice-Presidente para a Educação) e Rob Cockburn (então um antigo Presidente do CCET) reuniram-se com a hierarquia da Toastmasters International. Eles foram informados de que a Europa continental necessitava de aumentar o número de clubes em exercício, assim como o número de membros dentro da sua base central europeia composta pela Alemanha, França, Bélgica e Luxemburgo. Na altura, a Toastmasters International não estava muito interessada na expansão para o oeste (Espanha e Portugal), nem para o leste (as nações anteriormente para lá da Cortina de Ferro). Além disso, os officers (dirigentes) dos clubes e Governadores de Área necessitavam de receber formação prática em liderança - anteriormente, aos officers eram-lhes entregues os manuais pelo novo presidente do clube com o pedido para os lerem.

• Em Outubro 1995, teve lugar pela primeira vez um encontro de dois dias do CCET Executive Board, em Metz, França.
• O CCET e os Toastmasters na Europa apoiaram as campanhas para eleger Tim Keck como Terceiro Vice-Presidente da Toastmasters International, e Ted Corcoran, um antigo Governador do Distrito 71, como Administrador Internacional para os Distritos Resto-do-Mundo, na Convenção Internacional da Toastmasters International de 1996.
• A 18 de Agosto de 1999, na Convenção Internacional da Toastmasters International de 1999, Tim Keck, agora Vice-Presidente Sénior da Toastmasters International, anunciou formalmente que o CCET se tornaria no Provisório Distrito 59P a partir de 1 de Julho de 2000.

"Cada um [Tim Keck e Ted Corcoran] desempenharam um papel vital na nossa busca pelo estatuto Distrito Provisório. O sonho impossível que eu tive, foi finalmente concretizado através do grande esforço já que a tocha foi passada para os próximos Presidentes CCET, Henry Blount, Chris Magyar, Desmond McGettrick e, agora, Rob Cockburn. Através deles, uma petição formal, juntamente com a aprovação de um quorum necessário de clubes, foi recentemente apresentada à Toastmasters International. Foi deferida, e foi anunciado na reunião de Agosto que tinhamos sido aprovados como um Distrito Provisório que entrará em vigor a partir de 1 de Julho de 2000. Nós, na Europa, vamos fechar o ciclo Continental Council of European Toastmasters e acolher um novo estatuto no advento do novo milênio. " (tradução do inglês; Tirado de “An Impossible Dream” (Um Sonho Impossível) por Bill Hamilton, na newsletter The Clarion, edição de Outubro de 1999).

• No dia 1 de Julho de 2000, Dirk Husfeld tornou-se o primeiro Governador do Distrito 59P. Porquê Distrito 59?
Entre Julho de 1957 e Junho 1973, existiu um Distrito 59 que abrangia o estado de Nevada, E.U.A.. Este distrito deixou de existir quando uma parte foi incorporada no Distrito 39 e a outra no Distrito 33. Assim, quando a Europa continental se tornou um distrito, o número 59 estava disponível para uso.

Porquê Distrito 59P?
O 'P' significava 'provisório'. O Governador do Distrito, Dirk Husfeld, preferiu dizer que simbolizava 'promissor'. Ele escreveu no The Clarion, na edição de Abril de 2001, "... estamos entre os quatro primeiros dos 12 distritos no resto do mundo! Este tem sido sempre o caso nos últimos meses ... Nós vamos mostrar à Sede Mundial que a palavra "provisório" deve evocar a melhor das associações e emoções! Somos muito "promissores" em todas as facetas da palavra.

Não há razão óbvia para que um novo distrito - ou um novo clube – se deva considerar limitado apenas porque é novo e inexperiente. Pelo contrário, é através da emoção e do entusiasmo que advêm ao fazer algo novo que tornam possíveis resultados extraordinários ". (tradução do inglês)

Como largar o ‘P’ ?
O objectivo definido pela Toastmasters International foi para o novo distrito mostrar a sua viabilidade ao alcançar um mínimo de 60 clubes no activo dentro de 4 anos.

• O que parecia impossível tornou-se realidade quando, durante o Ano Toastmasters 2002-2003 foram alcançados os 60 clubes necessários. Aos 30 de Junho de 2003, o último dia do Ano Toastmasters, o Distrito 59P foi colocado como o quarto melhor distrito no mundo, segundo o ranking da Toastmasters International. Com efeito a partir do dia seguinte, o ‘P’ foi descartado.
A 1 de Julho de 2003, Denise Magyar tornou-se na primeira Governadora do Distrito 59. O seu lema para o ano foi: "Full Steam Ahead!" (“Pr’a frente a todo o gás !”).
Isso é exactamente o que os Toastmasters em toda a Europa continental têm vindo a fazer desde então, incluindo em Portugal.


Toastmasters em Portugal

 

“- Que apresentação impressionante ! O que aconteceu para tu conseguires fazer isto? - Faço parte de um clube Toastmasters há já algum tempo.”

Estas foram as palavras trocadas por dois colegas, em Amsterdão, e que não se viam há vários anos. Estas palavras proféticas levaram à criação do primeiro clube Toastmasters em Portugal. De volta a Portugal, foi feito contacto com um pequeno grupo de toastmasters americanos residentes em Espanha. Eles vieram a Lisboa em Abril de 2005 para uma sessão de demonstração, permitindo dar a conhecer o conceito Toastmasters. Esta era, e ainda é, o procedimento habitual para ajudar a nascer um clube.

A partir dessa apresentação inicial as sessões passaram a ser organizadas totalmente por empreendedores portugueses. O primeiro grupo era composto por Henrique Abreu, Ana Lalanda, Ana Kong, João Mateus e João de Mendonça. Os convidados iam surgindo, através de convite, para conhecer o conceito e aos poucos obteve-se os vinte membros necessários para constituir oficialmente um clube Toastmasters. O Lisbon Toastmasters Club (LTC) foi constituído oficialmente a 4 de Maio de 2006 com Henrique Abreu como primeiro presidente do clube, a mesma pessoa que tinha feito a pergunta acima ao amigo, em Amsterdão.

Logo no seu primeiro Ano Toastmasters, 01-07-2006 a 30-06-2007, o Lisbon Toastmasters Club tornou-se Distinguished Club, um reconhecimento internacional reservado aos clubes que cumprem normas de qualidade e progresso. Quatro membros completaram o manual base de 10 módulos de comunicação para tornarem-se Competent Communicator (Comunicador Competente), enquanto outros dois membros completaram o manual de 10-projectos de liderança tornando-se Competent Leader (Líder Competente).

Alguns meses depois, um segundo clube começou a tomar forma quando um grupo de pessoas liderado por Francisco Saraiva, que estabeleceu e manteve contacto com o LTC durante os meses anteriores e que também obteve o apoio da A3egp - Associação de Antigos Alunos da Escola de Gestão do Porto, reuniu pela primeira vez a 14 de Outubro de 2006. O Oporto Toastmasters Club (OTC) foi constituído oficialmente a 28 de Novembro de 2006 com Francisco Saraiva como presidente do clube.

Durante a Ano Toastmasters, 01-07-2007 a 30-06-2008, ambos os clubes alcançaram o estatuto Distinguished Club.

Portugal esteve representado em competições internacionais pela primeira vez: Luis Caetano no Division H English Table Topics contest (concurso de discursos de improviso, Divisão H) e Francisco Saraiva no Division H English Humorous Speech contest (concurso de discursos de humor, Divisão H). O Francisco ganhou e passou à final do Distrito 59 realizada em Viena, na Áustria, durante a Conferência do Outono. Mais à frente, ainda no mesmo ano, João de Mendonça venceu a eliminatória da Divisão H (Distrito 59) do Campeonato do Mundo de Falar em Público (World Championship of Public Speaking). Ele foi competir na final do Distrito 59, realizada em Praga, na República Checa durante a Conferência da Primavera.

No dia 29 de Março de 2008, um terceiro clube, o Braga Toastmasters Club (BragaTC) reuniu-se pela primeira vez. Este clube conta com o apoio da Ideia Atlântico, uma encubadora de empresas.

Até ao final do Ano Toastmasters, os nossos clubes formaram cinco novos Competent Communicators e um Competent Leader.

O Ano Toastmasters, 01-07-2008 a 30-06-2009, foi mais um ano importante. Pela primeira vez, um português, João de Mendonça, foi eleito Governador da Área H4, abrangendo os clubes em Portugal e sul de Espanha.

O Braga TC foi constituído oficialmente a 16 de Dezembro de 2008 com Carlos Neves como presidente do clube. Quatro dias antes, o Mind Business Toastmasters Club (MBTC) realizou a sua primeira reunião nas instalações da Mindcoach, Lda., no Porto. O MBTC foi constituído oficialmente a 9 de Março de 2009 com José Polónia como presidente do clube, o primeiro clube empresarial em Portugal.

O LTC organizou a Conferência da Primavera da Division H, em Lisboa, a 28 de Março de 2009. Esta conferência intitulada "Public Speaking - Iberia 2009" teve como orador principal o 2005 World Champion of Public Speaking, Lance Miller. O campeão de 2005 do Distrito 59, Bill Monsour, também foi um dos oradores. Neste evento, o Nuno Faria venceu a eliminatória da Divisão H (Distrito 59) do World Championship of Public Speaking. Ele foi competir na final do Distrito 59, realizada em Dusseldorf, na Alemanha.

Até ao final do Ano Toastmasters, os nossos clubes formaram sete novos Competent Communicators e cinco Competent Leaders. Também, já existem toastmasters em Portugal com manuais avançados de comunicação e liderança completados. Com a ajuda dos quatro clubes de Portugal, a Área H4 alcançou o estatuto President Distinguished Area, ficando colocada nos primeiros três lugares da classificação do Distrito 59.

O passado Ano Toastmasters, 01-07-2009 a 30-06-2010, começou com os quatro clubes em Portugal a constituírem por si só a Área H4. No final do ano a Área H4 tinha crescido para seis clubes. O João de Mendonça manteve-se como Governador da Área H4.

A 10 de Setembro de 2009, o Young Entrepreneurs Toastmasters Club (YETC) que tem o apoio da ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários, reuniu-se pela primeira vez em Algés, Oeiras. O YETC foi constituído oficialmente a 1 de Abril de 2010 com Jorge Coutinho como presidente do clube.

A 18 de Fevereiro de 2010, o Business Speakers TM Club reuniu-se pela primeira vez em Lisboa. Em tempo-relâmpago o clube reuniu os vinte membros necessários e foi constituído oficialmente a 25 de Junho de 2010 com João de Mendonça como presidente do clube.

A 18 de Junho de 2010, um sétimo clube reuniu-se pela primeira vez em Aveiro. O Clube Toastmasters de Aveiro (CLUTA) encontra-se em fase de formação. O Oswaldo Trabulo é o presidente interino.

No fim-de-semana, 12 e 13 de Setembro, teve lugar em Lisboa a segunda reunião de sempre do District 59 Executive Committee (Comité Executivo do District 59).

A Conferência da Primavera da Division H foi novamente realizada em Portugal. A conferência intitulada “Effective Communication – IBERIA 2010” teve lugar no Porto no sábado, 24 Abril de 2010. O 2000 World Champion of Public Speaking, Ed Tate, era para ter sido o orador principal mas infelizmente foi impedido de viajar até nós devido à problemática nuvem vulcânica que afectou os voos sobre o Atlântico norte. John Zimmer e Mel Kelly, dois antigos campeões europeus, foram os oradores principais. Neste evento, o Sérgio Coelho venceu a eliminatória da Divisão H (Distrito 59) do concurso Avaliadores de Discursos. Ele foi competir na final do Distrito 59, realizada em Haía, na Holanda.

A cidade de Lisboa foi eleita para ser anfitriã da Conferência da Primavera do Distrito 59 em Maio 2011.

Até ao final do Ano Toastmasters, os nossos clubes formaram mais Competent Communicators e Competent Leaders. Alguns toastmasters em Portugal até completaram os seus respectivos manuais avançados de comunicação e liderança. Com a ajuda dos seis clubes de Portugal, a Área H4 alcançou novamente o estatuto President Distinguished Area.

O João de Mendonça terminou o seu mandato como Governador da Área H4 sendo substituído pelo Luis Caetano. O João de Mendonça foi unanimemente eleito Governador da Divisão H.

Em Junho de 2012 foi formalmente estabelecida a Divisão L, correspondente ao território português.

Em 2014, o Distrito 59 foi dividido em 2, originando novas Divisões e novas Áreas. Portugal permaneceu no Distrito 59, mas desde Julho de 2014 passou a formar a Divisão D, com 7 Áreas.

Continuando a crescer neste ritmo... Tudo pode acontecer!


(Fontes: www.toastmasters.org
www.district59.org
www.d71.org
www.wikipedia.org )